Saiu pra evangelizar e se converteu! Como pode?

Sabe aquela dúvida que alguns sentem quando uma pessoa nova chega nas reuniões em dia de evangelismo? O Sérgio contou que foi assim que conheceu a Cristo e teve um encontro com Ele. Confere só e veja mais um testemunho de como Deus trabalha de forma ímpar no coração de cada um.


            “Pensem em uma pessoa MUITO fútil. Esse era eu. Gastava meu tempo com coisas sem significado, baladas, álcool, e qualquer coisa que me distraísse, mas isso me satisfazia somente naquele momento de busca. Sentia dentro de mim um vazio que precisava ser preenchido com “algo” que eu mesmo não sabia o que era, por isso continuava a procurá-lo, sem saber onde encontrar. Toda essa procura me causava certa angústia. Naquela época, o que eu queria mais que qualquer coisa, era passar no vestibular. Esforcei-me muito para tal até conseguir, mas após a conquista desse sonho, percebi que aquele antigo vazio dento de mim ainda estava lá e só aumentava.

       

     Na universidade, conheci um grupo de estudantes cristãos chamado ‘Movimento Estudantil Alfa e Ômega’ que apresentaram o movimento do qual faziam parte e convidaram vários alunos a participarem de suas reuniões. Eu acreditava em Deus do meu jeito, mas ver estudantes universitários falando de sua fé abertamente no meio acadêmico foi surpreendente. Fiquei muito interessado naquilo tudo e resolvi frequentar as reuniões que eles chamavam de ‘Quebra Gelo’. Durante essas reuniões, eu me sentia fascinado ao ver todos eles falarem de Deus com tanta naturalidade.

            Como a maioria dos brasileiros, eu acreditava em Deus e também em Jesus, porém acreditava que meu relacionamento com Deus baseava-se em minhas obras, apenas isso, só precisava ser uma pessoa boa… Mas aqueles jovens falavam de Deus de uma forma diferente, eu via alegria neles e muito conteúdo, enquanto eu me sentia cada vez mais vazio e triste. Um dia ao chegar nesse encontro, descobri que aqueles jovens estavam pretendendo fazer um evangelismo. Eu morri de medo, eu nem era cristão (embora eles não soubessem disso), mas apesar do medo, aceitei participar e nos dividimos em duplas.
            Lembro que a minha dupla orou comigo pedindo a Deus que nos levassem até as pessoas que Ele estava trabalhando. Então encontramos uma menina e minha dupla conversou com ela e eu apenas ouvi… Resumindo toda conversa: ela contou que vivia em busca de “algo”, que apesar de ter conseguido tudo que queria, ainda sentia que faltava “alguma coisa”. E essa fome pelo desconhecido terminou somente no dia em que ela convidou Cristo para dirigir sua vida. O relato daquela moça fez muito sentido para mim por ser exatamente o que eu estava vivendo, uma vida sem significado que eu continuava a levar do mesmo jeito.
            Dois meses se passaram, enquanto esse vazio só crescia dentro de mim, me deixando cada dia mais angustiado até chegar no ápice. Eu estava em meu quarto pensando em tudo que já havia vivido, perguntei a mim mesmo qual era o sentido de minha vida. Sentia que toda minha experiência havia sido inútil e sem significado, ainda me sentia incompleto e vazio… Comecei a chorar e logo me lembrei do que ouvi daquela pessoa que evangelizou comigo na faculdade.
            Naquele momento pedi a Jesus que mudasse minha vida, pedi perdão por certos erros que vinham a minha mente, pedi a Ele que me ajudasse em relação ao que estava sentindo e também que me ajudasse a obedecê-Lo. Ao terminar essa oração, tive a sensação de que um grande fardo tivesse saindo de minhas costas e senti uma paz que nunca havia sentido antes. Entendi que naquele momento Deus havia respondido minha oração.

 

            A partir daquele dia tudo mudou, minha vida passou a ter um significado, aquele vazio que existia em mim foi preenchido. E essa paz que senti continua comigo até hoje, mesmo quando as coisas não vão bem.”


Sérgio Murilo
Estudante de Engenharia, líder do AeÔ UERJ e AlfaOmeguense desde 2012
Este texto foi feito anteriormente à mudança de nome, de Movimento Estudantil Alfa e Ômega para Cru Campus, realizada em 2017. 

0 thoughts on “Saiu pra evangelizar e se converteu! Como pode?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *