Dia 21. Venha o teu reino

“Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.” (Romanos 14:17)

         Reis, príncipes, nobres, cavaleiros, castelos… fácil pensar em contos de fadas. E por ser uma realidade tão distante da nossa, fica fácil associar a expressão Reino de Deus a uma realidade bela, mas estática, num futuro tão distante, e que pouco tem a ver com a nossa vida atual.
 
         Contudo, é chegado o Reino de Deus. É isso o que Jesus anuncia. Aqui e agora. Trata-se de uma realidade presente, mas não plena. Já, mas não ainda.
 
         Na pessoa de Jesus, Deus nos reconciliou consigo mesmo e nos deu o ministério da reconciliação. Somos encorajados e capacitados a ter negócios honestos, arte e educação libertadoras, justiça confiável, vida sustentável, cuidados médicos disponíveis… e em todos os lugares.
 
         Devemos orar “Venha o Teu Reino” para que nós mesmos sejamos transformados em agentes desse Reino; para que compartilhemos dos mesmos pensamentos e sentimentos de Jesus; para que estejamos aptos para conviver com a realidade do Reino; para que promovamos justiça, paz e alegria.
 
         O Reino de Deus não é um prédio estático, tampouco apenas uma vida boa no futuro. O Reino é como fermento que leveda toda a massa. É como uma semente pequena que se torna uma árvore frondosa. É uma verdade presente, dinâmica, gradualmente se expandindo. Trata-se da restauração de todas as coisas e do convite para cada pessoa, alinhando essa vida aos valores do Reino.
 
         Você o percebe? Você faz parte desse movimento de Deus?
 
Geovanna Orozco é formada em Comunicação Social pela Universidade de Quito e missionária da Cru Campus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *